ana_cristina_haja_manha.jpg
celeste_martins_cais_da_gilao.jpg
ruben-silva-acordar-na-gilao.jpg
fernando_jose_coliseu_da_musica.jpg
jorge_sampaio_do_lado_de_ca.jpg
sergio_goncalves_ontem_hoje_do_fado.jpg
lilia_martins_clube_magico.jpg

Retail Park de Portimão. Comerciantes querem que empresas ardidas reabram no centro da cidade

Retail Park Portimão depois do incêndioAs associações de comerciantes do Algarve e de Portimão pediram hoje à Câmara que incentive os proprietários das grandes superfícies destruídas durante um incêndio na madrugada de domingo a reabrir as suas lojas no centro da cidade.

Em comunicado, a Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL) e a Associação Comercial de Portimão (ACP), hoje reunidas, sublinham que a deslocalização para a baixa da cidade garantirá os postos de trabalho em causa e potenciará aquela zona da cidade.

A integração daquelas empresas dentro da malha urbana será também “uma forma de atrair mais visitantes ao centro da cidade, que se tem debatido nos últimos anos com um decréscimo no número de visitantes”, sustentam as duas associações de comerciantes.

Na reunião de hoje, aquelas entidades debateram quais as medidas a desenvolver para minimizar os efeitos negativos do incêndio que destruiu por completo o Retail Park de Portimão e que colocou em causa cerca de 250 postos de trabalho diretos.

Para facilitar a relocalização, a ACRAL e a ACP sugerem a utilização dos fundos da Iniciativa JESSICA, que foi lançada conjuntamente pela Comissão Europeia, Banco Europeu de Investimento e Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa, e visa apoiar os Estados no financiamento de investimentos de reabilitação urbana.

Em Portugal, o Fundo JESSICA disponibiliza 130 milhões de euros, tendo uma capacidade de investimento direto de 335 milhões de euros. O Plano Operacional do Algarve 21 já aprovou um contributo de 05 milhões de euros de comparticipação.

No comunicado, o presidente da ACRAL, João Rosado, invoca a urgência “de arranjar uma solução para estes 250 postos de trabalho”, num momento em que o Algarve “não tem capacidade para empregar aqueles que já estão inscritos nos centros de emprego”.

fonte/ionline

Faixa publicitária

Emissão em Directo (player 1)

Emissão em Directo (player 2)

Facebook Rádio Gilão

Consultório do consumidor

Faixa publicitária

Podcast

Publicidade

Faixa publicitária

Contacte-nos

Largo de Santa Ana nº 1 - Tavira

 

8800-701 TAVIRA

 

Tel: +351 281 320 240

 

Fax: +351 281 325 523

 

Email: radiogilao@net.vodafone.pt

Siga-nos

facebook twitter instagram
youtube linkedin

Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiência como utilizador. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apaga-los, consulte nossa Politica de cookies.

Aceitar cookies deste site.