ana_cristina_haja_manha.jpg
celeste_martins_cais_da_gilao.jpg
ruben-silva-acordar-na-gilao.jpg
fernando_jose_coliseu_da_musica.jpg
jorge_sampaio_do_lado_de_ca.jpg

Menos 1348 milhões em seis concessões rodoviárias

Estradas de PortugalA Estradas de Portugal (EP) fechou mais um acordo de renegociação de concessões rodoviárias adjudicadas entre 2008 e 2010, assegurando até agora uma poupança de 1348 milhões de euros

O mais recente dos seis acordos anunciados desde Agosto foi concluído na madrugada desta quinta-feira com a subconcessionária do Algarve Litoral.

 

A alteração ao contrato, prevista num memorando de entendimento, implica uma redução do investimento e dos custos correntes ao longo dos 30 anos da subconcessão, contratada em 2009 à Rotas do Algarve Litoral (RAL), da qual são accionistas a Edifer, a Conduril, a Dragados e a Iridium.

A poupança a preços correntes ronda 155 milhões de euros. A renegociação reduz os encargos do Estado, que, através da Estradas de Portugal, prevê diminuir os pagamentos futuros à RAL ao longo da vida da subconcessão – ou seja, até 2039 – em cerca de 500 milhões de euros, adiantou a EP em comunicado.

Da subconcessão deixam de fazer parte as construções, ainda não iniciadas, dos lanços da variante de Olhão, de Luz de Tavira, de Odiáxere (Lagos), e da variante à EN2 entre Faro e S. Brás de Alportel.

Em 2014, 93 quilómetros de estrada que integram a subconcessão passam para a esfera de actuação da Estradas de Portugal “para efeitos de conservação e manutenção”, como aconteceu em outros acordos renegociados pela empresa pública.

A alteração do contrato prevê ainda que a Rotas do Algarve Litoral retome “os trabalhos de modernização da EN125 em toda a sua extensão”. À subconcessionária caberá também construir as variantes desta estrada a Lagos, Almancil/Troto (Loulé), Faro e ainda a ligação entre Guia e Albufeira. O novo plano de trabalhos, porém, só será conhecido dentro de um mês.

Os 155 milhões de euros de poupança em que a renegociação se traduz são conseguidos através de uma poupança de 110 milhões no investimento em capital fixo e de 45 milhões em despesas operacionais.

Este é o sexto acordo que a Estradas de Portugal conclui em pouco mais de dois meses, depois das renegociações das subconcessões de Pinhal Interior (uma poupança de 485 milhões de euros), Auto-Estrada Transmontana (81 milhões), Litoral Oeste (48 milhões), Baixo Tejo (241 milhões) e Baixo Alentejo (338 milhões).

fonte/público  (Foto: Daniel Rocha)

Faixa publicitária

Emissão em Directo (player 1)

Emissão em Directo (player 2)

Podcast by facebook

Facebook Rádio Gilão

Consultório do consumidor

Faixa publicitária

Podcast

Publicidade

Faixa publicitária
Faixa publicitária

Contacte-nos

Largo de Santana nº 1 - Tavira

 

8800-701 TAVIRA 

 

Tel: +351 281 320 240

 

Fax: +351 281 325 523

 

Email: radiogilao@net.vodafone.pt

Siga-nos

facebook twitter instagram
youtube linkedin

googleplus

 

Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiência como utilizador. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apaga-los, consulte nossa Politica de cookies.

Aceitar cookies deste site.