ana_cristina_haja_manha.jpg
celeste_martins_cais_da_gilao.jpg
ruben-silva-acordar-na-gilao.jpg
fernando_jose_coliseu_da_musica.jpg
jorge_sampaio_do_lado_de_ca.jpg

Visita a coleção de fruteiras no Dia Internacional de Monumentos e Sítios em Tavira

Visita a coleção de fruteiras no Dia Internacional de Monumentos e Sítios em TaviraNo âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e do Plano de Salvaguarda da Dieta Mediterrânica, realiza-se, no dia 18 de abril, pelas 10h00, uma visita à coleção de fruteiras, no Centro de Experimentação Agrária de Tavira (CEAT – antigo Posto Agrário), sob a orientação de António Marreiros e João Costa (Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve).

Subordinada ao tema “Património e Paisagem Rural” a ação visa “o entendimento das zonas rurais enquanto paisagem, e da paisagem enquanto património, estimulando a perceção de territórios em permanente mutação, que acumulam os saberes

e as práticas decorrentes de uma vivência continuada, em constante adaptação aos imperativos ambientais, culturais, sociais, políticos e económicos.

A consciência da fragilidade e mutabilidade destes recursos, da sua consequente necessidade de conservação e salvaguarda, e da ligação intrínseca entre património, paisagem rural e desenvolvimento sustentável cria assim oportunidades para sensibilizar comunidades e públicos, para reforçar laços identitários e para criar perspetivas de futuro, alicerçadas no reconhecimento da importância da cultura e do património enquanto elementos aglutinadores das comunidades”.

As mostras, que se encontram instaladas no CEAT, são o resultado do trabalho desenvolvido pela Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, entre 2011 e 2015, no seguimento de dois projetos apoiados pelo Programa de Desenvolvimento Rural (Proder): o projeto FRUTALG intitulado “Prospeção, Recolha, Conservação e Caraterização de Variedades Tradicionais de Fruteiras Algarvias com Interesse para a Agricultura Portuguesa” e o projeto SULCASTAS denominado “Prospeção e Caraterização da Variabilidade Genética de Castas de Videiras Autóctones nas Regiões do Alentejo e Algarve”.

Estes iniciaram-se com a prospeção e recolha de material vegetal de citrinos, alfarrobeiras, amendoeiras, figueiras, nespereiras, romãzeiras e macieiras (Pero de Monchique) e com a posterior instalação dessas variedades tradicionais nas coleções, na sua maioria no CEAT.

Já o SULCATAS tinha como principais objetivos, numa primeira fase, descobrir e preservar diversas castas de uva, em vias de extinção, e plantá-las em coleções de âmbito nacional e regional.

A inscrição nesta iniciativa é obrigatória e deverá ser efetuada até dia 16 de abril, através do preenchimento do formulário https://forms.gle/aveh9dQND83Hny3n7. Mais informações através do número 281 320 500 (ext.: 2302) ou do email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar .

Parceria: Município de Tavira (Museu Municipal de Tavira – Palácio da Galeria), MADRAF / Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve.

Transporte: Responsabilidade dos participantes

Nota: A organização reserva-se o direito de alterar o programa, cancelar e/ou adiar a atividade, caso surjam motivos de força maior.

fonte/cm-tavira

Faixa publicitária

Emissão em Directo (player 1)

Emissão em Directo (player 2)

Podcast by youtube

Facebook Rádio Gilão

Consultório do consumidor

Faixa publicitária

Podcast

Publicidade

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Contacte-nos

Largo de Santana nº 1 - Tavira

 

8800-701 TAVIRA 

 

Tel: +351 281 320 240

 

Fax: +351 281 325 523

 

Email: radiogilao@net.vodafone.pt

Siga-nos

facebook twitter instagram
youtube linkedin

googleplus

 

Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiência como utilizador. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apaga-los, consulte nossa Politica de cookies.

Aceitar cookies deste site.